Conhecer os hábitos dos clientes ajuda a vender mais.

O banco de dados de uma empresa pode ser uma ferramenta incrível para novos negócios.


O distanciamento social e a permanência em casa em virtude do Corona vírus mexeram com alguns hábitos dos brasileiros. Seja pela falta de contato, pelo novo jeito de interagir com as pessoas ou a maneira de fazer compras online, todos precisaram se adaptar à nova realidade.

Enquanto a maior parte do comércio estava de portas fechadas e sem faturamento, alguns setores da economia continuam a registrar crescimento nas vendas.

Segundo pesquisa recente da consultoria Ebit - que mede a reputação das lojas virtuais por meio de pesquisas com consumidores reais e gera dados estratégicos – o consumo do varejo online nos itens de hortifruti e granjeiros cresceu 93%, contra 106% no de frios e incríveis 165% em produtos da cesta básica. 

Gigantes de marketplace ou plataformas menores também registraram aumento nas vendas em diferentes categorias como higiene pessoal, alimentos e bebidas, farmácia e limpeza, artigos para casa e móveis.

“Já imaginou se essas companhias não tivessem boas ferramentas para vendas online, para gerir e controlar dados de compras e entregas? E se tivessem dados incorretos ou informações irrelevantes dos clientes, que não servem para nada? Seria um desastre”, explica Carlos Eduardo Colenetz, diretor da X-Bits Software – empresa que desenvolve programas de inteligência artificial e criador da plataforma Mentor BI. Segundo o especialista, “os dados são um tesouro incrível e, neste momento, sai na frente da concorrência quem souber fazer análise e administrar bem as informações que possui”.

Saber mais para vender mais:

A análise de dados ganhou importância nos últimos anos, em especial para empresas que trabalham com marketing digital. O potencial dessa estratégia para reduzir custos, melhorar a qualidade do serviço ou produto, inovar e otimizar a performance das vendas é enorme.

De acordo com Colenetz - que também é especialista em sistemas de computação mobile e nuvem – poucas empresas no Brasil utilizam os dados de maneira correta. “Quando o empreendedor tem dificuldade para gerar dados, organizá-los e saber o que fazer com eles é porque ainda não entende os benefícios que isso pode trazer ao seu negócio”, explica. 






0 visualização

© 2020 por X-Bits Software.

Siga-nos

  • Preto Ícone YouTube